CAA-PB e CONCAD participam de desagravo em favor de advogados agredidos por delegados e policiais


O presidente da Caixa de Assistência dos da Paraíba (CAA-PB), Assis Almeida, participou, na tarde desta quinta-feira (1º), do desagravo público realizado pela OAB-PB e o Conselho Federal da OAB em favor dos advogados que foram agredidos na última quinta-feira (24) e sexta-feira (25) pelos delegados da Polícia Civil Viviane Magalhães e Afrânio Doglia Brito Filho e pelos policiais Gláucio Bezerra Rocha e Ricardo Acioly, na Central de Polícia de João Pessoa.

A manifestação de desagravo aconteceu no estacionamento externo da Central de Polícia, localizada no bairro do Geisel. Antes da mobilização, o presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz seu reuniu com o governador João Azevedo; o secretário estadual de segurança, o delegado-geral da Polícia Civil, Isaías e o procurador-geral de Justiça da Paraíba, para cobrar providências contra as agressões e o abuso de autoridade.


Assis Almeida destaca que “a Caixa de Assistência da Paraíba não poderia ficar à parte desse momento importante da advocacia brasileira, porque quando se toca na prerrogativa do advogado, se toca em toda a advocacia, toca no que é de mais sagrado: a liberdade de o advogado exercer a sua profissão”.

“Por isso, desde o primeiro instante a Caixa se posicionou em favor da deliberação da Seccional de defender as prerrogativas dos advogados e tomar todas as medidas para que todos saibam que o autoritarismo e falta de respeito ao advogado significa desrespeito a toda a advocacia”, afirmou Assis.


A convite de Assis Almeida, a coordenadora da CONCAD Nordeste e presidente da CAA-PI, Andréia Araujo, também participou do desagravo e ressaltou importância de se combater as violações das prerrogativas dos advogados. Andreia Araujo foi designada pelo presidente da Coordenação Nacional das Caixas de Assistência dos Advogados (CONCAD), Pedro Alfonsin, para representar a CONCAD Nacional nos desagravos.

“Agradecemos neste momento a presença de nossa colega Presidente do CONCAD do Nordeste e também presidente da CAA-PI Andreia Araújo, que atendeu o nosso convite e todos aqueles integrantes das Caixas do Nordeste e do Brasil que estiveram por aqui. Todos juntos, unidos, para que a advocacia como um todo seja respeitada”, concluiu Assis Almeida

Foram desagravados os advogados Felipe Leite Ribeiro Franco, Igor Guimarães Lima, Inngo Araújo Miná, Ítalo Augusto Dantas Vasconcelos, Joalyson Resende, Janny Milanes e Leonardo Rosas.


O presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz, afirmou que os fatos ocorridos na Paraíba deixaram toda a advocacia perplexa e que os atos de autoritarismo não serão esquecidos. “A advocacia criminal não conhece o que é ficar de joelhos. Somos o armamento da cidadania. Nesse país, durante toda a sua história, houve uma única e permanente batalha, a do Estado Democrático de Direito contra o autoritarismo. Nós somos os maiores soldados do Estado Democrático de Direito. O governador me deu a palavra que o caso será apurado com imparcialidade. Não vamos esquecer e cobraremos providências até o final. Queremos punição dentro da lei para aqueles que utilizam do poder para praticar abusos”, afirmou Santa Cruz.

Já o presidente da OAB-PB, Paulo Maia, agradeceu o apoio e o empenho do Conselho Federal na defesa das prerrogativas dos colegas que foram covardemente atacados. “Se não defendermos as prerrogativas com intransigência e firmeza não seremos dignos de ostentarmos a carteira vermelha da OAB. Hoje, a Ordem, a partir do Conselho Federal, está aqui para dizer a todos os agravados, vocês são advogados e advogadas, guardiões da cidadania, a voz dos que não tem voz. Hoje, fomos convocados e reafirmamos os bons propósitos de não entregarmos os pontos diante do arbítrio e da violência”, disse Paulo Maia.


Endereço:

Av. Mato Grosso, 333 - Estados, João Pessoa - PB, 58030-080

Telefones:

(83) 3133-3400

(83) 3225-3676

​Siga-nos!

  • iTunes - círculo cinza
  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Instagram