top of page

Conselho Federal aprova contas de Paulo Maia na OAB-PB por unanimidade e com louvor


O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), aprovou, por unanimidade e com louvor, as contas da gestão do ex-presidente da OAB-PB, Paulo Maia, referente ao exercício financeiro de 2021. O julgamento das contas da seccional abrange as contas da CAA PB. O processo teve como relator o conselheiro federal da OAB pelo estado de Rondônia, Elton José Assis.


“Pelo exposto, constatada a aplicação correta dos recursos arrecadados, o comprometimento da Seccional com a gestão dos recursos da advocacia, bem como a inexistência de irregularidades do ponto de vista financeiro, orçamentário e administrativo que sejam impeditivas à sua aprovação, com destaque no cumprimento dos parâmetros estabelecidos no Provimento 185/18, voto no sentido de aprovar as contas do Exercício de 2021 da OAB/PB, com moção de louvor”, diz trecho do voto do relator.


O Conselho Federal destaca ainda que, mesmo diante das dificuldades enfrentadas em razão do período de pandemia, conforme parecer da Controladoria do órgão, a Seccional da OAB Paraíba manteve um grau de liquidez corrente positivo que, calculado de forma direta (sem as anuidades a receber), apontou um Ativo Circulante de R$ 2.164.823,59 (fl. 427) e um Passivo Circulante de R$ 709.524,93, que representa R$3,20/1,00 de obrigações a curto prazo; portanto, liquidez positiva.


“Destaque-se o esforço da Diretoria representada pelo Presidente Paulo Antônio Maia e Silva para desincumbir-se da nobre missão de dirigir uma Seccional que vem passando por um processo de reestruturação administrativa/financeira e o desafio de atender um quadro de 19.678 advogados ativos (fls. 47), distribuídos nas 11 (onze) Subseções no Estado da Paraíba”, elogia o relator em seu voto, que foi seguido a unanimidade pelo CFOAB.

bottom of page